Skip to navigation – Site map
DMS et la revue "Ação Midiática"

Ação Midiática, Edição 12 - Jul/Dez (2016)

Apresentação | Presentation
Hertz Wendel de Camargo

Full text

Para onde vai o conhecimento?

Para nossa capa, escolhemos o trabalho da fotógrafa alemã Maria Stiehler. Ao virar a página, nos deparamos com a obra do fotógrafo americano William Felker. O que ambos têm em comum, além da suavidade e da sensação de que a vida é um continuum, sempre em movimento? A estrada. Nesta edição, que tem como tema “Comunicação e Ensino a Distância”, as imagens falam de trajetórias, jornadas, distâncias a serem percorridas, lugares onde o conhecimento deve chegar. Qual o alcance do saber? Certamente onde ele se faz necessário: além dos horizontes pessoais e identitários; alimentando ao mesmo tempo a ciência e o imaginário; nutrindo os processos criativos; sendo a base das diferentes práticas da vida em sociedade. A estrada é uma linha que nos leva ao desconhecido, à aventura do encontro com nós mesmos, uma peregrinação ao Eu. O conhecimento que percorre distâncias aproxima, conecta, cria vínculos eternos como os deixados pela pesquisadora francesa Geneviève Jacquinot-Delaunay, de um alcance infinito.

O Editor.

Where does knowledge go to?

We choose for our cover the German photographer Maria Stiehler’s work. Turning the page we face the American photographer William Felker’s work. What both have in common besides the softness and the sensation that life is a continuum, always in movement? The road. In this issue, which theme is “Communication and Distance Learning”, the images talk about paths, journeys, distances yet to be travelled and places where knowledge must arrive. What is the reach of knowledge? Certainly where it is necessary: beyond personal and identity horizons; simultaneously feeding science and imaginary; nourishing creative processes; grounding diverse practices of society life. The road is a line that takes us to the unknown, to the adventure of finding ourselves, to the pilgrimage to my own self. The knowledge that travel distances approaches, connects, creates eternal bonds, similar to those left by the French researcher Geneviève Jacquinot-Delaunay, of a boundless reach.

The Editor.

Vínculos entre comunicação e educação : mídias, tecnologias e afetos

1Muito tempo antes do surgimento da internet, o ensino a distância sempre usou algum suporte midiático. As cartas e apostilas trocadas por correio, o uso do rádio e da televisão analógica para complementação de conhecimentos e formação de estudantes, grupos e comunidades são alguns dos exemplos. Em essência, o espírito do ensino a distância é levar o conhecimento até as pessoas que, por algum motivo, não podem se deslocar por longas distâncias para assistir às aulas presenciais. Hoje, acrescentam-se outras motivações para aprender mediadas pela tecnologia digital, tais como a otimização do tempo ou mesmo a descoberta de que as pessoas aprendem de formas diferentes e que para cada perfil de aluno há um dispositivo diferente. Não importa a modalidade de ensino – presencial, semipresencial ou a distância, inclusive práticas de mobile learning e interação pela TV digital – a presença da tecnologia já é um indício irrefutável da nossa realidade. Desta forma, a educação de crianças, jovens e adultos é indissociável dos meios, das mensagens, dos conteúdos, enfim, da Comunicação.

2O EAD é uma das modalidades de ensino que mais crescem no Brasil e hoje podemos encontrar, nesse segmento, desde cursos de extensão, lato sensu, superiores tecnológicos e até mesmo graduações – de forma parcial ou integral. Com a internet, os sistemas de gestão de aprendizagem (ou plataformas e-learning) ganharam ferramentas mais ricas em recursos e aplicações. Plataformas de aprendizagem como o Moodle e Amadeus, amplamente disseminadas entre as universidades públicas, formam ambientes digitais pedagógicos, criativos, multimodais e multimidiáticos facilitadores do aprendizado. Texto, imagem, som, audiovisual e hipertexto não são uma exclusividade dos ambientes de comunicação.

3A partir dessas discussões, as professoras Dra. Linha Raquel Oliveira, da Universidade do Minho (Portugal) e Dra. Rosa Maria Dalla Costa, do Programa de Pós-graduação em Comunicação, da UFPR, apresentaram a proposta do dossiê “Comunicação e Ensino a Distância” para nossa 12ª edição. Desta forma, surgiu a ideia da parceria com a revista científica francesa, Distances et Médiations du Savoir, especializada na disseminação de pesquisas relacionadas ao EAD. As organizadoras do dossiê traduziram uma edição de 2014 dedicada à professora e pesquisadora francesa Geneviève Jacquinot-Delaunay. O objetivo principal, como as professoras explicam em sua apresentação, foi o de tornar mais conhecido, em língua portuguesa, o pensamento de uma das pioneiras no estudo da relação entre comunicação, tecnologia e educação, ainda em meados do século XX. Foram 14 artigos (entre eles uma resenha) traduzidos para o português, de pesquisadores de diferentes universidades da França, Bélgica, Canadá e Portugal que têm sua apresentação detalhada no editorial traduzido e assinado pelos pesquisadores franceses Martine Vidal, Monique Grandbastien e Pierre Moeglin.

4Para complementar o dossiê, tivemos também contribuições brasileiras. O artigo Entre os dispositivos móveis interconectados e os processos de comunicação e aprendizagem ubíquas : a Educação de Jovens e Adultos na modalidade EAD, dos autores Valéria Cristina de Castro Gabriel (UnB), Eduardo Fofonca (Mackenzie) e Patricia Daniela Maciel (UFPEL), apresenta uma discussão sobre a dimensão educativa do uso dos dispositivos móveis, como tablets, smartphones e celulares no processo de aprendizagem.

5O artigo Materiais didáticos digitais na educação a distância : o uso do hipertexto como elemento interativo, das autoras Helenice Ramires Jamur (UNINTER) e Glaucia da Silva Brito (UFPR), tem como objetivo o levantamento qualitativo em relação ao uso dos elementos hipertextuais em materiais didáticos digitais, produzidos para os cursos na modalidade de EaD, como forma de interação.

6As autoras Franciane Heiden Rios (UNIANDRADE) e Rosa Maria Cardoso Dalla Costa (UFPR) assinam o artigo Possíveis interferências da composição gráfica no conteúdo dos materiais didáticos impressos (MDI) para EAD, no qual refletem sobre as possíveis interferências dos produtos gráficos resultantes da ação de diagramar em um material didático impresso (MDI) para o ensino a distância.

7Por fim, apresentamos a entrevista com o pesquisador Cleomar Rocha, professor do Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual, da Universidade Federal de Goiás (UFG), idealizador do Media Lab, um polo nacional de inovação em mídias interativas, comprometido com o desenvolvimento da comunicação, da arte e da tecnologia, criando impacto na sociedade e na cultura. Conversamos sobre conteúdos para o ensino a distância e sobre os caminhos que seguem no Brasil a pesquisa em um campo híbrido entre comunicação, tecnologias, artes e educação.

Boa leitura !

Hertz Wendel de Camargo, editor

Bonds between communication and education: media, technologies and affection

8Much before the appearance of internet, the distance education had always used some form of medium. Letters and booklets exchanged by mail, radio and analogic television used for knowledge complementation of students, groups and communities’ training are some of the examples. Essentially, the distance education spirit aims to bring knowledge until that that, for any reason, cannot travel long distances to attend classroom lessons. Nowadays, there are other motivations to learn through digital technology, such as time optimization and the discovery that people learn in different ways and that for each student profile there is a specific device. It does not matter the form of teaching – face to face, semi-virtual or distance, including mobile learning practices and digital TV interaction – the presence of technology is already an irrefutable evidence of our reality. Thus, children, young people and adults’ education is inseparable from the medium, messages, contents, and as a matter of fact, from the Communication.

9The Distance Learning in one of many forms of teaching that grows most in Brazil. Nowadays, we find extension courses, lato sensu, technical undergraduate courses and even undergraduate courses – partially or fully. The internet provided new tools richer in resources and applications for learning management systems, also known as e-learning platforms. Learning platforms as Moodle and Amadeus, widely spread among public universities, are part of a creative, multimodal, multimedia, pedagogical digital environment that act as a facilitator of learning. Text, image, sound, audiovisual and hypertext are not exclusive to the communication environment.

10Considering this discussion, the professors Dr. Linha Raquel Oliveira (Universidade do Minho – Portugal) and Dr. Rosa Maria Dalla Costa who is part of the Postgraduate Program in Communication at the Universidade Federal do Paraná present the proposal of the dossier “Communication and Distance Learning” for our 12nd issue. Thus, we developed a partnership with the French journal Distances et Médiations du Savoir that is specialized in the dissemination of researches related to distance learning. The dossier editors translated an issue published in 2014 that was dedicated to French teacher and researcher Geneviève Jacquinot-Delaunay. As Dr. Linha Raquel Oliveira and Dr. Rosa Maria Dalla Costa explain in their presentation, the main goal of this dossier is to make kwon, in Portuguese, the thoughts from one of the twentieth century pioneers in the study of the relations between communication, technology and education. Fourteen articles, among which one is a review, were translated to Portuguese. They were written by researches from universities in France, Belgium, Canada and Portugal and are presented in the editorial translated and signed by the French researchers Martine Vidal, Monique Grandbastien and Pierre Moeglin.

11In order to complete the dossier we also have Brazilian contributions. The article Among the interconnected mobile devices and the processes of ubiquitous communication and learning : Youth and Adult Education in the distance educacion mode, written by Valéria Cristina de Castro Gabriel (UnB), Eduardo Fofonca (Mackenzie) and Patricia Daniela Maciel (UFPEL), discusses the educative dimension of mobile devices like tablets, smartphones and cell phones in the learning process.

Top of page

List of illustrations

URL http://dms.revues.org/docannexe/image/1704/img-1.jpg
File image/jpeg, 56k
Top of page

References

Electronic reference

Hertz Wendel de Camargo, « Ação Midiática, Edição 12 - Jul/Dez (2016) », Distances et médiations des savoirs [Online], 17 | 2017, Online since 23 February 2017, connection on 20 November 2017. URL : http://dms.revues.org/1704

Top of page
  • Logo Centre national d'enseignement à distance
  • Logo DOAJ – Directory of Open Access Journals
  • Revues.org